Em apenas 48 horas do feriado do Réveillon – nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro -, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 1.105 acidentes nas estradas federais brasileiras. Desse total, 460 desastres ocorreram no dia 1° e deixaram um saldo de 331 feridos e 27 mortos; No dia 31, foram mais ocorrências: 645 acidentes, que resultaram em 444 feridos e 46 mortos.
Os dados estão no boletim parcial da Operação Fim de Ano divulgado ontem pela PRF. Os números específicos de Minas serão divulgados hoje pela unidade da corporação no Estado. Em todo território nacional, segundo a PRF, foram feitos 7.058 testes de bafômetro, que identificaram 180 motoristas alcoolizados. Oitenta e um condutores foram presos. Houve, ainda, 65 prisões por crimes diversos.
Ao todo, 38.414 veículos foram fiscalizados pela PRF, que recolheu 116 carteiras de habilitação, só no primeiro dia do ano. A maior parte foi por embriaguez ao volante.
Minas
Em Minas Gerais, a imprudência aliada à chuva pode ter sido a causa de pelo menos 13 graves acidentes registrados durante o feriado, em rodovias federais e estaduais. Em um deles, próximo ao trevo de Pratápolis, no Sul de Minas, três jovens morreram. Douglas Felipe Ribeiro Reis, 22, e Iago Silva Reis,17 seguiam em um Escort, quando o carro deles bateu de frente com um Fiat Strada, na altura do KM 75. O condutor do Strada, Rafael de Oliveira Félix, 20, e os outros dois rapazes morreram no local.
Na MG-050, uma idosa morreu depois que o carro em que ela estava foi atingido por um Honda Fit, próximo a Alpinópolis. A vítima foi identificada como sendo Jandira Favro Dias, 85.

Comentários