Quando se fala em competições nacionais, os alunos de Minas Gerais dão um show de participação e de conquistas, em especial, em uma das mais expressivas premiações do Brasil, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Desde 2005, ano em que a competição foi criada, o Estado já conquistou 3.322 medalhas, entre ouro, prata e bronze, e nas últimas quatro edições da Obmep, Minas Gerais foi o estado que mais se destacou. Com a edição 2011 batendo à porta, portanto, é de se esperar que o Estado volte a figurar entre os melhores e que o número de prêmios aumente ainda mais. As inscrições da Olimpíada deste ano começaram no dia 18 e vão até o dia 3 de junho.
Em 2010, das mais de 19 milhões de inscrições recebidas, mais de dois milhões foram de estudantes mineiros, distribuídos em 4.299 escolas de 847 municípios. Além de estudantes, professores, escolas e municípios também concorrem a prêmios na Obmep. A Escola Estadual Professor José Américo Barbosa, localizada no município de Mato Verde, no Norte de Minas, foi uma das instituições que se destacaram nas Olimpíadas de 2010.
Os alunos da escola receberam medalhas de ouro, prata e bronze, além de menções honrosas. Segundo a diretora da instituição, Meireile Aparecida Gomes de Souza, os conteúdos das provas aplicadas na Obmep são estudados com os alunos nas salas de aula desde a primeira fase da competição. Já os estudantes que passam para a segunda etapa participam do chamado estudo monitorado. ?O professor de matemática auxilia na preparação dos alunos que passaram para a segunda fase no horário extraclasse. Além disso, a interpretação de enunciados de questões é muito trabalhada nas aulas de Língua Portuguesa?.
Inscrições
As inscrições para a 7ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas devem ser feitas pelas próprias escolas pelo site www.obmep.org.br. Cada instituição deve indicar o número total de seus alunos inscritos em cada nível. Podem participar estudantes de escolas municipais, estaduais e federais de todo o país.
Entre os objetivos da Obmep está estimular e promover o estudo da matemática entre alunos das escolas públicas, identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas, além de incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas contribuindo para a sua valorização profissional. A olimpíada é desenvolvida em duas fases. A primeira consiste na aplicação de prova objetiva, onde participam todos os alunos inscritos por escolas. Já na segunda etapa são aplicadas provas discursivas, para essa fase classificam-se 5% dos alunos inscritos na primeira etapa.
A Obmep é promovida pelos Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia e é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). A competição é dividida em três níveis: o primeiro para estudantes de 5ª a 6ª séries do Ensino Fundamental; o segundo para estudantes de 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e o terceiro para alunos do Ensino Médio.
Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM)
Outra competição de matemática que está com as inscrições abertas é a Olimpíada Brasileira de Matemática. As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril pelo site www.obm.org.br. Podem participar alunos do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental, alunos do Ensino Médio e estudantes de graduação de qualquer curso e qualquer período, de instituições públicas e privadas do país. Atualmente mais de 350 mil estudantes participam da competição.
A competição é dividida em três fases: a primeira será realizada dia 18 de junho, a segunda fase, 3 de setembro e a terceira e última fase nos dias 15 e 16 de outubro. Os resultados serão divulgados em dezembro e os vencedores serão convidados a participar da 15ª Semana Olímpica, evento a ser realizado em janeiro de 2012. Além das medalhas e prêmios, os vencedores participam do processo de seleção para formar as equipes que representam o Brasil nas diversas olimpíadas internacionais de matemática.
A OBM é um projeto conjunto da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCTMat).

Comentários
COMPATILHAR: