Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos de População (Nepo) da Unicamp mostra que a fé não segura casamentos. Foi realizado um cruzamento entre dados de estado conjugal e religião.
O resultado mostra que a proporção das mulheres separadas, desquitadas ou divorciadas de cada igreja é muito similar à distribuição das crenças pela população.
A responsável pelo cruzamento de dados diz que tanto no Brasil quanto no exterior, os dados apontam que a preocupação maior nos dias atuais é com a satisfação do casal nas relações.
A separação, que já foi tratada como um tabu, não é mais tão estigmatizada, o que a torna uma opção quando os relacionamentos não vão bem.
A pesquisa apontou que os filhos e a situação financeira são as maiores preocupações do casal quando querem se separar, mas que nenhum desses motivos conseguem segurar um casamento por muito tempo.

Comentários
COMPATILHAR: