Vereadora, dama de companhia ou embaixatriz?
A vereadora Meirinha faltou às duas últimas reuniões da Câmara. Segundo as justificativas apresentadas, esteve em Belo Horizonte, na segunda-feira, acompanhando o prefeito Moacir Ribeiro, em reunião com o secretário de Estado de Saúde, Jorge Souza Marques. Na quinta-feira da semana passada, Meirinha esteve em Brasília, acompanhando o prefeito e Marco Sallum, em audiência havida com o ministro da Agricultura, Antônio Andrade.
Juarez fica triste e quer saber o que motivou a viagem de Meirinha
O vereador Juarez Carvalho disse que ficou triste ao ver a fotografia de Meirinha, estampada na capa deste jornal, em companhia de Marco Sallum, Moacir Ribeiro e do ministro da Agricultura, Antônio Andrade. ?Ela viaja, pelo que eu vi, fica três dias fora de Formiga. Temos que cobrar dela, o que ela foi fazer lá para trazer para Formiga. Será que ela foi lá para pedir a sua cabeça Maurinho??, argumentou o edil.
Juarez fica muito alegre
Durante a aprovação em segundo turno, do projeto que proíbe o voto secreto na Câmara, Juarez Carvalho confessou que novamente estava alegre: ?Isso não se justifica mais, as coisas devem ser às claras. Transparecer os votos dos vereadores. Foi um projeto feliz em uma época tão certa?.
Mauro César fica muito triste
O vereador Mauro César fez uso da ?Tribuna do Povo? para falar sobre o PMDB. Ele disse que não queria parafrasear o colega Juarez Carvalho, mas que ficava muito triste e decepcionado com a matéria publicada neste jornal, com a seguinte fala: ?Ou ele faz o que queremos, ou perde a presidência do PMDB?.
Tristeza é contagiante
Pastor Manoel manifestou seu apoio a Mauro César. ?Eu também fico muito triste. Eu senti que isso foi a nível pessoal. Mauro César é uma pessoa importante, um grande político de nossa cidade, não menosprezando os demais?.
Pão e circo
Ainda em sua fala na ?Tribuna do Povo?, Mauro César destacou que não estava ali para denegrir a imagem do prefeito, mas preocupado com a real situação em que a cidade se encontra. ?A administração realiza o show da dupla Gino e Geno e, enquanto isso, não temos remédios na farmácia e nos Postos de Saúde. As ruas estão cheias de buraco. Isso lembra a época do Império Romano com o chamado Pão e Circo. Enquanto se dava pão e circo para o povo, a boca ficava cheia e ninguém reclamava?.
Importação de secretários
Maurinho, o peemedebista, não quer que venham para este município pessoas que perderam as eleições em outras cidades para que aqui, desempenhem funções de secretários. ?Parece que aqui foi refúgio para quem estava desempregado ou para quem não tinha o que fazer em sua cidade. O último secretário de Obras que chegou, por exemplo, pergunte a ele o nome de cinco ruas, para ver se ele sabe onde ficam?, ironizou.
Assunto delicado: Recebimento de diárias
Retrucando a fala do vereador Cabo Cunha, que há muito já se mostrou contra a prática do recebimento de diárias (parcela relativa a alimentação), Mauro César disse que acha importante sim, a permanência das diárias para vereadores. Garantiu que ele, por exemplo, usa o benefício para buscar recursos em prol do município. Cunha voltou ao assunto e disse: ?Não se come R$140 (para vereador) e R$400 (para perfeito) ir a Belo Horizonte. Aqui nesta Casa tem exagero de diárias sim. É preciso acabar com essa farra de diárias que existe nos dois poderes. Desafio novamente e vamos fazer um projeto de Lei para corrigir, vamos ressarcir somente o valor efetivamente gasto com a alimentação?.
Problema interno do PMDB, diz Josino
De acordo com Josino Bernardes, a questão que estava em discussão, é um problema interno do PMDB. ?Tenho certeza que com a experiência que o Antônio Andrade e o Mauro César têm, as coisas vão tomar um rumo certo. Agora, sobre os projetos do IPTU e venda de veículos, quero dizer que esses projetos não entraram nesta casa, na minha gestão, mas serão analisados com o maior rigor?.
Perseguições
Arnaldo Gontijo questionou se a viagem ocorrida na semana passada, até Brasília, foi apenas para fazer perseguição a Mauro César. ?Quero compartilhar com a indignação de Mauro César. Temos que acabar com essa farra que está ocorrendo no Executivo. Será que não aproveitaram essa viagem para visitar outros deputados e ministros para tentarem tirar partidos daqui de Formiga, como já tentaram fazer anteriormente?,questionou.
Cobrando a Prestação de contas
Arnaldo espera que na próxima reunião a vereadora Meirinha apresente sua prestação de contas e responda aos questionamentos havidos. ?Eu tenho certeza disso. Tomara que ela tenha ido, realmente, buscar recursos representando o nosso povo?.
Batendo na mesma tecla
Arnaldo Gontijo mais uma vez questionou: realmente o senhor Marco Sallum estaria representando o povo? Como, se ele não tem um cargo público! ?Gostaria que o Poder Executivo prestasse conta sobre os gastos com estas viagens. Quero saber se ele [Sallum] está indo como convidado ou representante, ele tem que apresentar os gastos. Se for como representante, ele teria que ser servidor. Isso não é justo, que as pessoas de bem, paguem pelos mal intencionados. Gostaria que a Prefeitura mandasse para esta Casa, documentos que comprovem essa ligação e os gastos específicos dessa viagem?.
Falta de cultura em Formiga
O vereador Cabo Cunha cobrou a realização de mais eventos culturais no município. ?Eu tenho pedido escolas de músicas e de línguas nos bairros e não estou sendo atendido. A Emmel é uma escola brilhante. Falam que não vai ter mais aulas de teclado, pois piano é mais importante. Temos que aumentar o número de instrumentos e de aulas, mas de fato, está é diminuindo. A juventude formiguense tem poucas escolhas intelectuais?.
Parquinho da Rodoviária
Mauro César solicitou da Secretaria de Obras a recolocação do parquinho na Rodoviária. ?Eu bati nisso, no ano passado, os brinquedos estavam apodrecendo, com pregos e fios desencapados, até tirarem o parquinho de lá. Até hoje nada foi feito, e eu peço ao prefeito que tenha sensibilidade e volte com o parquinho para aquele local?.

COMPATILHAR: