Uma grande operação mobilizou a Polícia Militar de Arcos na noite de quinta-feira (8), com o propósito de apreender drogas e identificar os suspeitos por tráfico de entorpecentes.
Diante das informações, alguns militares presenciaram um dos suspeitos, de 22 anos, entrar correndo na casa de sua mãe, no centro da cidade, assim que percebeu a presença policial. De acordo com a PM, durante a abordagem, o irmão dele, de 19 anos, e a mãe, de 43, agrediram os militares, sendo necessário o uso de força física moderada para conter as agressões.
Uma busca foi realizada na casa, sendo encontradas no quarto do irmão mais jovem, dentro de um recipiente plástico, 70 pedras de substância semelhante ao crack e R$ 987 em dinheiro. Já no quarto da mãe, foram encontradas três pedras grandes da mesma substância, além de um embrulho contendo dez cartuchos intactos de revólver calibre 32.
Com o flagrante, os dois indivíduos passaram a colaborar, informando que havia uma arma de fogo na casa da irmã deles, no Distrito da Ilha. Os policiais cercaram a casa e determinaram que a suspeita saísse. Nesse meio tempo, um dos indivíduos tentou fugir, mesmo algemado, mas foi contido. Devido à queda, ele sofreu ferimentos no rosto, bem como os policiais que o dominaram. Todos foram encaminhados ao hospital e receberam atendimento médico.
No interior da casa, a irmã dos dois suspeitos, de 20 anos, portava um revólver calibre 32 com quatro munições intactas e duas deflagradas. Também estavam na residência a companheira do irmão mais velho, uma jovem de 17 anos, e três crianças. Durante a busca no imóvel, foi localizado um tablete e resíduos de substância semelhante à maconha e uma balança de precisão. O Conselho Tutelar foi acionado e tomou as providências cabíveis em relação às crianças.
Em um outro local, nas proximidades da Ilha, onde moram um dos indivíduos suspeitos com sua companheira e o filho, de um ano de idade, foi localizada uma espingarda de pressão e diversos objetos de procedência não declarada.
Os cinco suspeitos, quatro maiores de idade e uma menor, foram conduzidos à Delegacia e o material apreendido, ficando sob responsabilidade da Polícia Civil.
PM encontra maconha enterrada na zona rural
Em continuidade à ocorrência de tráfico de drogas, envolvendo pessoas de uma mesma família, informações chegaram à PM de que mais drogas estariam escondidas num local no meio do mato.
Diante das informações, os policiais localizaram, embaixo de uma vegetação densa, próximo ao Distrito da Ilha, um embrulho de plástico e no seu interior havia um grande tablete de substância semelhante à maconha. De acordo com as denúncias, a droga pertencia ao jovem de 22 anos, que foi preso pela segunda vez, suspeito de traficar drogas, juntamente com o irmão e com a mãe. A droga foi apreendida e encaminhada à Polícia Civil.
Ao todo, foram apreendidos:

1 revólver calibre 32.
16 munições calibre 32.
1 espingarda de pressão.
1 balança de precisão.
1 tablete de substância semelhante a maconha.
70 pedras de substância semelhante ao crack prontas para o comércio.
3 pedras grandes de substância semelhante ao crack que se fracionadas renderiam cerca de 20 pedras de tamanho comercial.
1 rolo de papel alumínio.
R$ 987 em dinheiro.
10 telefones celulares.
3 facas com indícios de serem usadas para picar drogas.
1 aparelho de DVD.
2 máquinas fotográficas
1 computador portátil.
1 vídeo-game.
1 tábua de frios com indícios de ser usada para picar drogas.
1 recipiente contendo chumbos calibre 5.5.
2 motocicletas.
3 CRLV (documentos de veículos).

Comentários