Da Redação

Seis municípios da região Centro-Oeste estão sob investigação por morte de macacos, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nessa quarta-feira (21).

Os municípios sob investigação são: Campo Belo, Carmo do Cajuru, Lagoa da Prata, Tapiraí, Igaratinga e Martinho Campo. O município de Tapiraí já constava no boletim da SES. Cinco animais foram encontrados mortos, em estado de decomposição na zona rural do município, em dezembro.

Outras 19 cidades da região possuem rumores de morte de primatas causada pela doença – ou seja, animais mortos foram encontrados, mas não foram feitos exames. Já em Japaraíba e São Roque, as mortes de dois macacos encontrados, um em cada cidade, foram por febre amarela.

Não há nenhum registro da doença em humano na região, segundo a SES.

Ainda de acordo com o último boletim, 1.027 casos da doença foram notificados em 83 localidades no Estado neste ano. Dessas, 44 cidades tiveram confirmações da doença. Até o momento, 83 pessoas morreram em decorrência da enfermidade, e outros 173 óbitos estão sendo investigados.

Vacinação

A vacinação contra a doença pode ser feita nos postos de saúde de cada município, seguindo horário de atendimento.

Em Formiga, a Secretaria de Saúde recebeu, na terça-feira (21), cinco mil doses da vacina. A imunização  já está sendo realizada nos postos. Mas a vacinação não será feita em massa, ou seja, os postos vacinarão apenas quem não recebeu a segunda dose da vacina.

Febra amarela

Não há tratamento específico contra a febre amarela, mas a mesma orientação utilizada para dengue deve ser seguida, ou seja, não utilizar medicamentos à base de salicilatos (AAS e Aspirina), já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. Somente o médico é capaz de diagnosticar e tratar corretamente a doença.

Comentários