O jogo em Itaúna foi bastante equilibrado, mas não teve muitos lances que representaram perigo de gol. As melhores oportunidades de ataque saíram de bolas paradas, em cobranças de escanteios e de faltas. Houve um festival de cartões amarelos, foram nove no total.
Ambos os técnicos queimaram as três substituições, na tentativa de reverter o resultado, mas de nada adiantou. Ninguém conseguiu furar o bloqueio dos adversários e os goleiros pouco trabalharam.
A torcida compareceu para apoiar os times, foram 806 pagantes. Mas o grito de gol ficou entalado na garganta dos torcedores. Bom para o FEC, que segurou um empate fora de casa, manteve-se invicto no campeonato e garantiu a invencibilidade diante do Itaúna, agora são cinco jogos consecutivos sem perder para o Cachorrão.
Com os demais resultados da rodada, o FEC continua com cinco pontos à frente do segundo colocado, já que o Guarani, que ocupa a segunda posição agora com 10 pontos, empatou com a Tombense em 1 x 1. A Tombense também tem 10 pontos e é o quarto colocado do grupo B. O Itaúna se mantém na terceira posição, também com 10 pontos. A diferença entre os três times, que seguem com a mesma pontuação desde a oitava rodada, é o saldo de gols.
O FEC jogou com: Giulliano, Diego, Fenix, Rones, George, Râner (Michel, Gil (Rodriguinho, Léo Caxeta, Fernando Roberto (Adonias), Samir e Rodrigo Zeferino. Suplentes: Mateus, Ceará, Beg e Bruno. Técnico: Brandão.
O Itaúna entrou em campo com: Douglas, Guilherme, Wellington, Felipe, Mateus (Cachorrão), Carlos Albertos, Elder, Hgmenon (Rafinha), Rangel, Crison e Cássio (Ramon Dias). Técnico: Wantuil Rodrigues.

Comentários
COMPATILHAR: