Nesta Quarta-Feira de Cinzas (9), o Formiga Esporte Clube (FEC) fez como a fênix e, fazendo jus à ocasião, ressurgiu das cinzas, conquistando uma vitória importante em um momento complicado no Campeonato Mineiro ? Módulo II.
O FEC jogou na base da superação, com um time bastante improvisado: os zagueiros Rones e Weldis desfalcaram a equipe por contusão, o volante Kasito, que atuou como zagueiro nas últimas partidas, estava suspenso, assim como o lateral direito Alex. Berg foi poupado e o volante Beg também está contundido. Assim, só coube ao técnico Frederico Incalado (Fred) ousar e apostar na equipe.
Gláucio, que atua como lateral direito, foi improvisado na zaga; Luizinho e Donizete entraram como titulares; Bruno Bolacha, prata da casa, jogou pela primeira vez na competição deste ano e mostrou que está pronto para ajudar os companheiros, fazendo uma boa partida.
O jogo começou muito nervoso, com ambas as equipes muito afoitas querendo sair na frente no marcador. O Poços de Caldas cometia muitas faltas e, em 35 minutos, já tinha levado dois cartões amarelos e poderiam ter sido mais. O FEC criou várias oportunidades de gol e o Vulcão jogava mais na retranca, apostando nos contra-ataques, mas também teve diversas chances de abrir o placar.
As principais jogadas de perigo eram de bola parada, mas a principal delas foi aos 42 minutos de jogo, com uma bicicleta de Marlon, que o goleiro do Vulcão espalmou por cima do gol. Em um contra-ataque no minuto seguinte o FEC quase sai na frente. Houve outras chances para ambas as equipes, mas o primeiro tempo terminou mesmo no 0 x 0.

Etapa complementar
No segundo tempo, que começou debaixo de chuva, os dois times voltaram com a formação inicial. O campo, que já estava pesado, ficou também escorregadio. Várias jogadas foram criadas, principalmente nos contra-ataques. O FEC perdeu o que se poderia chamar de um ?gol feito?, sem goleiro, em um chute cruzado, a bola passou raspando na trave.
A torcida, que apoiou o time desde o início da partida, se inflamava. A Força Jovem se posicionou atrás do gol do Poços de Caldas, fazendo pressão e querendo ver a rede balançar. O Vulcão fez a primeira substituição. Os torcedores do FEC pediam a entrada de Douglas (Dougão), outra prata da casa, e o treinador Fred atendeu, substituindo Donizete. Jesiel também entrou em campo no mesmo momento, no lugar de Luizinho, e o jogo ganhou novo ritmo.
O FEC partia mais pra cima e começou a criar mais jogadas, levando perigo de gol. O Poços de Caldas também tentava furar o bloqueio. Mais uma substituição no FEC e Vinícius entra no lugar de Bruno Bolacha. A torcida continuava empurrando o time e explodiu de alegria aos 35 minutos, quando Dênis soltou uma verdadeira bomba de fora da área e abriu o placar, em um golaço.
Muita festa nas arquibancadas e dentro de campo, mas ainda tinha bastante jogo pela frente. O Poços de Caldas tentou a todo custo o gol de empate, mas o FEC se defendeu como pode e soube administrar a vantagem, saindo com a vitória, que lhe devolveu o terceiro lugar na tabela da chave B, agora com 9 pontos.

Comentários