O vencedor do Oscar de melhor filme de 2008, Onde os Fracos Não Têm Vez, foi visto por apenas 205 mil pessoas em quatro semanas de exibição no Brasil.
O filme dos irmãos Joel e Ethan Coen levou ao todo quatro estatuetas, incluindo a de melhor ator coadjuvante –para o espanhol Javier Bardem.
Outros filmes oscarizados registram bilheterias ruins. Piaf – Um Hino ao Amor, premiado com o Oscar de melhor atriz para a francesa Marion Cotillard, teve 260 mil espectadores ao longo de 20 semanas –média de 13 mil por semana.
Sangue Negro, que rendeu o prêmio de melhor ator ao britânico Daniel Day-Lewis, foi visto por 91 mil pessoas em duas semanas.

Nacional
Já o filme nacional Meu Nome Não É Johnny, de Mauro Lima, foi visto por 46 mil pessoas no último fim de semana, contra 18 mil de Onde os Fracos Não Têm Vez. O longa brasileiro já foi visto por quase 1,9 milhão em oito semanas –média de 225 mil por semana.

COMPATILHAR: