O prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo (PSC), chamou os donos de lotes vagos de ‘sem-vergonha’. A afirmação ocorreu após um dos terrenos, que fica atrás do Centro Administrativo – sede da Prefeitura, no Bairro Belvedere, ser tomado pelo fogo, nessa segunda-feira (10). 

Um dos pontos de vacinação contra a Covid-19 na modalidade drive-thru fica exatamente no estacionamento do prédio. A fumaça se espalhou, prejudicando a imunização. Uma fila de carros se formou, entretanto o serviço não foi paralisado.

O prefeito foi até o local e reagiu ao incêndio atacando os proprietários dos lotes.

“Até que ponto vai chegar o ser humano? Isso aqui é a Prefeitura, está tendo vacinação, eles tiveram a capacidade de colocar fogo no lote do lado e olha o que virou. Vários idosos dentro do carro, tivemos que chamar o Corpo de Bombeiros”, relatou o prefeito.

Foram necessários quase 4 mil litros de água para combater o fogo que se alastrou pela vegetação. Os bombeiros também utilizaram abafadores.

O trabalho durou quase uma hora e meia. A suspeita é que o incêndio tenha começado no terreno ao lado ao pertencente à Prefeitura.

“Não temos como identificar de onde partiu”, informou o Corpo de Bombeiros.

O prefeito prometeu reforço na fiscalização. “Esses donos de lote não têm vergonha na cara, eles não têm capacidade de mandar limpar o lote deles, têm que mandar colocar fogo. Olha o que virou aqui. Deslocar Corpo de Bombeiros, parar a vacinação, está quase pegando fogo na Prefeitura inteira”, disparou prometendo “tolerância zero”.

Fonte: Estado de MInas


Comentários