Da redação

Nesta quarta-feira (15) uma matéria referente a um acidente entre um veículo Corsa e um caminhão na rodovia BR-354, está circulando no WhatsApp. Junto à postagem, foram enviadas foto vítimas do acidente e dá a entender que a colisão ocorreu nesta quarta-feira.

Além das fotos, foi enviado um link de uma matéria postada pelo Últimas Notícias. Apesar de o acidente ter ocorrido há quase 6 anos (3 de agosto de 2011) e ter sido divulgado pelo portal, a equipe de redação do Últimas Notícias informa que as fotos que estão circulando no WhatsApp não são de autoria de nenhum jornalista do veículo de comunicação.

Em respeito aos familiares das vítimas de acidente, não faz parte da linha editorial do Últimas Notícias/Nova Imprensa a divulgação deste tipo de foto.

A circulação desta notícia foi irresponsável e gerou desconforto para o motorista do caminhão envolvido no acidente. Ele recebeu diversas ligações de familiares e amigos, que preocupados procuravam informações sobre o ocorrido. Até a empresa onde o caminhoneiro trabalha  está recebendo ligações.

O portal Últimas Notícias lembra a todos que fotografar e compartilhar imagens de vítimas fatais de acidentes é crime, isso sem contar com toda a questão moral e ética que envolve o ato.

O artigo 212, da lei 2.848, de 07 de dezembro de 1940 do Código Penal disciplina essa conduta como vilipêndio a cadáver, com pena de prisão de até três anos de detenção. E vilipendiar é aviltar, envilecer desrespeitar, menosprezar, depreciar o defunto e seus familiares ultrajando sua memória denegrindo o respeito de boa lembrança, o sentimento e a veneração.

O desrespeito não atinge a vítima, mas afronta a honra objetiva de seus familiares, a moralidade urbana e a sociedade em geral.

Não trata-se apenas de acidentes automobilísticos, a lei se aplica de forma geral ao registro e reprodução de fotos de cadáveres.

Além disso, se o motorista parar ou estacionar o veículo em uma das faixas, mesmo que seja rapidinho para fotografar o acidente, pode perder sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ser multado em R$ 191,54. Caso o condutor fique parado na pista, a infração passa a ser grave, o motorista pode ser multado em R$ 127 e perder cinco pontos na CNH. Se o motorista estacionar no acostamento só por curiosidade também é infração, e pode ser multado em R$ 54 e perder três pontos na CNH.

Comentários