Quase R$ 200 mil em seguro-desemprego foram bloqueados no Centro-Oeste de Minas em pouco mais de um ano.

O Ministério do Trabalho divulgou uma lista, nessa quarta-feira (9), com as cidades mineiras onde fraudes no benefício foram identificadas.

Das 48 cidades mineiras, quatro estão no Centro-Oeste. Na cidade de Arcos, houve bloqueio de R$ 8.129 que seriam creditados em uma conta.

Em Pitangui, foram 19 contas bloqueadas, somando R$ 94.732 em benefícios. Em Pompéu, foram retidos R$ 81.175 em dinheiro de 14 contas. R$ 5.833 foram bloqueados de um beneficiário de Pará de Minas.

Conforme o Ministério do Trabalho, mais de R$ 3,1 milhões foram bloqueados em benefícios do seguro-desemprego em todo o Estado. No Brasil, irregularidades possibilitaram a retenção de R$ 1 bilhão.

As irregularidades foram encontradas por meio de um serviço antifraudes criado em dezembro de 2016 pelo órgão.

Os dados se referem às detecções feitas desde essa época até abril de 2018. Em nota, o ministério informou que os benefícios eram desviados por quadrilhas.

 

Fonte: G1||

Comentários