O cigarro apodrece o cérebro ao danificar a memória, o aprendizado e o raciocínio lógico, aponta um estudo feito por pesquisadores da universidade King?s College London.
A pesquisa, feita com 8.800 pessoas com mais de 50 anos, mostrou que alta pressão sanguínea e estar acima do peso também afetam o cérebro, mas não na mesma medida.
Cientistas envolvidos na pesquisa afirmam que as pessoas precisam perceber que o seu estilo de vida afeta tanto a mente quanto o corpo. A pesquisa foi publicada na revista científica Age and Being. Os pesquisadores estudaram o elo entre o cérebro e as probabilidades de ataque cardíaco e derrame.
Os voluntários da pesquisa participaram de testes de memorização de novas palavras. Eles também eram instigados a dizer o maior número de nomes de animais em um minuto. Os mesmos testes foram realizados após quatro anos e, depois, oito anos.
Os resultados mostraram que o risco de ataque cardíaco e derrame estão associados de forma significativa com o declínio cognitivo. As pessoas com maior risco foram as que mostraram maior declínio. Também foi identificada uma associação consistente entre fumo e baixos resultados no teste.

Comentários