O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) foi eleito nesta quarta-feira (12) como novo presidente do Senado e deverá exercer a função até fevereiro de 2009. Ele assume a vaga deixada por Renan Calheiros (PMDB-AL), que renunciou no último dia 4, após uma série de denúncias que resultaram na abertura de cinco processos de cassação no Conselho de Ética.
Em votação secreta, ele obteve expressiva maioria de votos, inclusive da oposição: 68 votos a favor, oito contra e duas abstenções. Não estavam presentes na hora da votação os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), João Vicente Claudino (PTB-PI) e Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR).
Garibaldi afirmou que vai montar a pauta do plenário a partir do entendimento dos líderes e não ofereceu resistência à análise de matérias polêmicas, como a redução da maioridade penal. Vou me reunir com os líderes. Na verdade, como todos os presidentes têm essa expectativa, quero fazer avaliação com os líderes do que podemos apreciar até o final do período legislativo. E dessa triagem é que nascerá a nova pauta dos nossos trabalhos, pondera.

COMPATILHAR: