De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos), os medicamentos genéricos atingiram participação recorde no primeiro trimestre deste ano, chegando a 24,4%.
O estudo, que é feito desde 2001, mostra que foram comercializados um total de 152,8 milhões de genéricos entre janeiro e março de 2012. O número é 23,5% maior que o mesmo período de 2011. Já a arrecadação passou de R$ 1,772 bilhão para R$ 2,4 bilhões, o que representa um crescimento de 35,4%.
As vendas da indústria farmacêutica cresceram 10% em relação ao primeiro trimestre de 2011. No ano passado, foram 544,3 milhões de remédios vendidos nos três primeiros meses. Em 2012, foram 598,7 milhões.
As vendas dos medicamentos, sem contar os genéricos, cresceu 6% entre janeiro e março deste ano.
O presidente da Pró Genéricos, Odnir Finotti, disse que espera chegar a 40% de participação no mercado farmacêutico ainda em 2012. Segundo a associação, desde 2001, quando os genéricos chegaram às prateleiras, a população economizou R$ 26,7 bilhões.

COMPATILHAR: