O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) e a editora Abril foram multados em mais de R$21 mil por propaganda eleitoral antecipada, devido a uma entrevista concedida pelo prefeito, que candidato à prefeitura de São Paulo, nas eleições de outubro. A decisão foi tomada nessa quarta-feira e ainda cabe recurso.
De acordo com o juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, em sua entrevista Kassab teria apresentado sua proposta de campanha e criticado outro provável candidato pela má gestão na administração anterior. A decisão foi baseada na Lei 9.504/97, que só permite propaganda eleitoral a partir de 6 de julho.
Na última terça-feira, a Justiça Eleitoral decidiu arquivar uma outra representação contra Kassab, que o acusava de fazer propaganda eleitoral antecipada em uma entrevista para um jornal paulista. O Ministério Público pode recorrer.
No último dia 17, a pré-candidata do PT à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, também foi multada por praticar propaganda eleitoral antecipada. Ela foi multada em R$42,5 mil, após ter concedido uma entrevista ao jornal Folha de S.Paulo e à revista Veja São Paulo. As duas empresas também foram multadas em R$21,2 mil cada por terem publicado as entrevistas.

Comentários