O gigante da informática Google planeja internacionalizar em 2011 sua plataforma de televisão, que deverá chegar ao mercado americano antes do fim do ano e foi apresentada nesta terça-feira (7) na Feira de Telecomunicações (IFA) de Berlim.
Vocês não terão que se preocupar com a seleção dos programas que quiserem ver, nós iremos fazer isso por vocês, disse o diretor do Google, Eric Schmidt, ao apresentar o projeto.
Nossas ideias não se esgotam nunca. Nós podemos sugerir o que você pode fazer em um certo momento ou o que é importante para você, acrescentou o diretor.
Para que essa ferramenta seja possível, no entanto, Schmidt disse ser necessário que os consumidores tenham menos reservas diante da coleta de informação por parte do Google.
Schmidt, à margem do projeto de televisão, imaginou um futuro em que o sistema possa sugerir por si mesmo conteúdos que desconheço mas que me interessam, para o qual o computador precisaria ter muitas informações sobre os usuários.
No projeto de televisão do Google, com a ferramenta do buscador, seria possível escolher, segundo assegurou a responsável de televisão da empresa, Britany Bohnet, entre todas as ofertas televisivas da rede.
A concorrência oferece 20 ou 30 canais. Nós oferecemos toda a web e centenas de Apps do mercado andrógino, disse Bohnet.

Comentários