O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta segunda-feira (22) a aquisição de 100 respiradores que serão usados na abertura do mesmo número de leitos de UTI no estado.

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), a taxa de ocupação de vagas em terapia intensiva, destinadas a pacientes com Covid-19, está em quase 93%.

“Os equipamentos foram doados pela Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais) e serão usados na abertura de mais 100 leitos de UTI para atender os pacientes com Covid-19. Seguimos unindo todos os esforços para garantir atendimento às pessoas que precisam”, disse Zema.

Belo Horizonte e Betim, na Região Metropolitana, vão receber 20 ventiladores. Segundo o governo do estado, na capital, os equipamentos serão alocados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Juiz de Fora, na Zona da Mata, vai receber 15 equipamentos. Montes Claros e Timóteo vão ficar com 10 ventiladores cada. Viçosa receberá sete equipamentos. Ponte Nova vai ficar com seis, São Lourenço, com cinco, Paracatu, com quatro, e São João Del-Rei vai receber três ventiladores.

As datas para a chegada dos equipamentos a essas cidades ainda não foram divulgadas pela SES. O critério técnico utilizado para a escolha das cidades foi “a identificação de hospitais com capacidade de abertura imediata de leitos de UTI”.

O número de leitos de UTI em fevereiro de 2020 no estado era 2.072. Hoje, são 4.364. As vagas de enfermaria passaram de 11.622 para 20.840, no mesmo período.

Comentários