Prefeitos de 62 municípios mineiros comemoraram, nesta sexta-feira (20/12), em Poços de Caldas (Sul do Estado), mais uma ação municipalista desenvolvida pelo Governo de Minas. O vice-governador Alberto Pinto Coelho autorizou a liberação de mais R$ 125,6 milhões, pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para investimentos em obras de pavimentação e drenagem, de saneamento e aquisição de máquinas e equipamentos.
Durante a solenidade, que reuniu centenas de autoridades estaduais e regionais, entre secretários de Estado, deputados e representantes dos municípios, Alberto Pinto Coelho destacou a relevância dos recursos para as cidades, que, muitas vezes, enfrentam dificuldades para obter financiamentos para melhorar a qualidade de vida da população.
?O banco está aberto a todos os municípios que se interessam por esse programa que visa estender linhas de crédito, de maneira vantajosa, para acolher esse momento em que os municípios vivem uma crise mais aguda. Só para se ter uma ideia, o montante já dedicado em operações de crédito para os municípios mineiros, agora finalizando com esse empréstimo, é da ordem de R$ 1,2 bilhão. Portanto, estamos mais uma vez trazendo esse grande benefício aos municípios mineiros, reeditando essa parceria inédita, republicana entre o Governo de Minas e os municípios mineiros com inúmeros programas?, disse o vice-governador.
As linhas são denominadas BDMG Urbaniza, BDMG MAQ, BDMG Cidades e BDMG Saneamento, que contam com recursos próprios do banco, segundo explicou o diretor executivo do BDMG, Bernardo Tavares. O Banco de Desenvolvimento, com o apoio do Governo do Estado, aportou, nos últimos dois anos, mais de R$ 500 milhões do banco, a maior parte para apoio aos municípios.
?Do início do ano para cá, quando o programa de fomento foi lançado, recebemos os pleitos dos municípios e, com o evento de hoje, a gente conclui uma etapa, que é a celebração dos contratos. Estamos assinando contratos que beneficiam 62 municípios e acho importante ressaltar que a oferta de crédito de vários bancos, ela muitas vezes é anunciada, mas não se torna efetiva, porque o processo é muito burocrático. E o BDMG, desde 2003, tem como objetivo apoiar os municípios, independentemente do porte, e apoiar em tudo o que for necessário?, afirmou o diretor.
Em Poços de Caldas, a prefeita de Inconfidentes, Rosângela Maria Dantas, assinou o convênio em nome dos demais chefes municipais. Em seu pronunciamento, o prefeito de Andradas, Rodrigo Aparecido Lopes, enalteceu as ações municipalistas do Governo de Minas, que tem beneficiado todas as prefeituras do Estado.
?Nós, prefeitos, fomos muito prestigiados pelo Governo de Minas Gerais em inúmeros recursos, inúmeros programas, ou seja, o Estado tem uma visão municipalista, se coloca no lugar dos prefeitos, independentemente das cores partidárias, fazendo uma administração republicana. É graças a esse olhar que os prefeitos terminam o ano um pouco mais tranquilos. Andradas está recebendo R$ 3 milhões, que serão investidos na construção do acesso ao distrito industrial, turismo e habitação. O município jamais teria condições de arcar tudo com recursos próprios?, destacou o prefeito.
Presente ao evento, o secretário de Estado de Governo, Danilo de Castro, salientou a iniciativa do BDMG que, segundo ele, traz aos prefeitos ?esperança e a sensação de que vão poder realizar ações para melhorar a infraestrutura. Esse programa veio para atender aos municípios, graças à sensibilidade municipalista que tem o Governo de Minas?, disse.
Já o secretário de Estado de Transportes de Obras Públicas, Carlos Melles, destacou o trabalho social desenvolvido pelo banco.
?Estamos finalizando, hoje, uma boa maratona, nos reunindo nesses últimos meses com centenas de prefeitos, não só anunciando, mas entregando recursos. Pelo ProMunicípio, são cerca de 1.200 convênios assinados, em mais de 800 municípios, de maneira democrática. E agora, também, colocamos o BDMG, que desenvolve um importante trabalho social em todo o Estado. Ficamos felizes, porque temos um novo BDMG, graças à qualidade da gestão pública implantada em Minas nos últimos 10 anos?, afirmou o secretário em seu discurso.
O evento foi realizado no Instituto Cultural Companhia Bella de Artes, uma ONG Cultural com sede na cidade Mineira de Poços de Caldas, com reconhecimento de título de Oscip ? Organização da Sociedade Civil que tem como missão promover o acesso da comunidade à diversidade cultural.

Municípios beneficiados

Abadia dos Dourados
Andradas
Areado
Astolfo Dutra
Barbacena
Bom Repouso
Caldas
Campestre
Campina Verde
Campo Belo
Canaã
Capitólio
Careaçu
Carmo de Minas
Cássia
Chácara
Chapada Gaúcha
Coimbra
Comendador Gomes
Conceição das Pedras
Congonhal
Congonhas do Norte
Coqueiral
Coromandel
Córrego do Bom Jesus
Delta
Goianá
Gonçalves
Grão Mogol
Guaranésia
Guaxupé
Guidoval
Heliodora
Ibiraci
Ibirité
Inconfidentes
Itajubá
Itumirim
Jeceaba
Jequeri
João Monlevade
Lagoa Formosa
Limeira do Oeste
Luminárias
Matipó
Monte Alegre de Minas
Monte Sião
Munhoz
Pedra Bonita
Perdizes
Porto Firme
Santa Bárbara
Santa Vitória
São Geraldo
São Tomás de Aquino
Sapucaí-Mirim
Senador Amaral
Tupaciguara
Ubá
União de Minas
Varginha
Vespasiano

Comentários
COMPATILHAR: