O sonho de conquistar o próprio imóvel faz parte da meta de muitas pessoas. Porém, algumas ainda têm medo de dar esse passo ou não se informam como fazem para sair do aluguel. E a pessoa têm razão de estar assim: pois trata-se de  uma decisão que envolve uma grande quantidade de dinheiro e um acordo que pode durar muitos anos, dependendo como foi feito o parcelamento.

Imóvel próprio é investimento

Comprar um imóvel não é só gastar dinheiro, e sim efetuar um investimento. Quando se responsabiliza por esse tipo de compromisso financeiro, mesmo que seja a longo prazo, as chances de receber um retorno futuramente são enormes. Além do mais, você vai adquirir uma propriedade que será inteiramente sua, pois diferentemente das casas e apartamentos para alugar em BH, que é um bem de outra pessoa e você utiliza sem ter um retorno financeiro na finalização do contrato.

Segurança em ter um imóvel seu

Outra questão positiva de possuir um imóvel próprio é a segurança que você e sua família terão perante de qualquer emergência financeira, ainda mais se for levada em conta as recentes crises que o país passa. Pois durante esses momentos, ter um imóvel é sinônimo de um gasto a menos e a certeza de um lugar para morar enquanto se conduz toda essa situação.

Procurar o imóvel de acordo com suas necessidades

Esse realmente é o momento de procurar o imóvel e também um dos momentos mais empolgantes, no qual você o deseja adquirir. Para fazer uma escolha mais certeiras, é necessário saber quais são as suas necessidades. Pois ao procurar casas e apartamentos à venda em Belo Horizonte poderá filtrá-los pela quantidade de quartos, tamanho do imóvel, quantidade de banheiros, se possui área externa e se é algo que você e sua família desejam ter. Pesquise muito a respeito de valor, moradores, infraestrutura, as condições do imóvel e a necessidade por reformas, por exemplo. Isso auxiliará na sua tomada de decisão, além de se preparar para um possível gasto depois da compra. Para garantir uma avaliação certeira, você pode contar com a ajuda de uma imobiliária ou profissional que entende do assunto.

Você pode ter a sua casa do jeito que você quiser

Uma das maiores dificuldades para quem mora de aluguel são as limitações exigidas pelo proprietário do imóvel, principalmente em relação a reformas. Além disso, investir em decorar e arrumar um imóvel que não é seu gera um gasto que não terá retorno. Fora isso, ainda existe o risco de ter que modificar de volta a casa no modo que ela era antes de devolvê-la, fazendo você gastar mais ainda. Por outro lado, a casa própria permite que o dono possa modificar e decorar a hora que quiser até deixá-la do jeito que lhe agradar.

Esqueça a urgência de ter que arrumar um fiador

Um ponto negativo é quando se encerra um contrato de aluguel é o de ir em busca de outro imóvel. Além de ser burocrático, ter que separar toda a documentação, como: reconhecimento de firma em cartório, tirar cópias autenticadas de documentos pessoais, refazer contratos, pagar as taxas de corretagem e etc. Existe também o gasto com valores chamados de depósito caução ou a dificuldade em se conseguir um fiador. Ao ir atrás de casas à venda em BH, essas burocracias são menores ou todos esses processos realizados apenas uma vez, sem necessidade de renovação ano a ano.

Caso você queira gerar patrimônio

Um dos maiores motivos de que está na hora de você deixar o aluguel de lado é quando há a necessidade de gerar patrimônio para você mesmo e para a sua família. Mesmo contendo algumas instabilidades financeiras e desvalorizações imprevisíveis, o setor imobiliário é uma ótima alternativa para investir o seu dinheiro, devido a rápida recuperação. Sendo assim, é possível adquirir a uma casa ou apartamento por preços acessíveis no mercado e depois revendê-los em momentos propícios de valorização, garantindo maior tranquilidade financeira futuramente.

Comprar um imóvel é bem mais fácil do que se pensa

O mercado de crédito imobiliário possibilita várias formas para quem deseja sair de vez por todas do aluguel. Oferecem financiamentos com juros reduzidos, prazos estendidos de pagamento e programas através do governo como o “Minha Casa, Minha Vida”, tornam o sonho de ter a casa própria muito mais acessível da realidade.

Faça uma lista de todos os seus gastos

O primeiro passo para um realizar esse planejamento financeiro é saber para onde vai o dinheiro da sua renda mensal. Para isso, é necessário listar todos os gastos realizados mensalmente. Uma dica é utilizar de planilhas eletrônicas ou até mesmo um caderno para fazer essas anotações. Nessa lista devem constar anotações diárias com todos os custos fixos, como: aluguel, compras parceladas e os gastos que variam, como: luz, água, internet, TV à cabo e etc. É importante anotar qualquer gasto, mesmo que seja algo barato, pois este valor gasto fará diferença no seu planejamento de gastos. Após identificar para onde está sendo direcionado seus gastos, é momento de analisar a necessidade de cada um desses gastos. É importante lembrar que, mesmo sendo algo direcionado a um bem pessoal, alguns benefícios devem ser suspensos. Para ajudar nessa situação, há uma “regra” na qual pode ser utilizada: a regra dos 50-15-35, que consiste em guardar 50% da sua renda para gastos essenciais como: aluguel, transporte, alimentação, contas de luz, água e internet etc. 15% da renda deve ser para as prioridades financeiras, como quitação de dívidas e uma poupança para a aquisição do imóvel. E por último, utilizar 35% para manter a qualidade de vida familiar, isso inclui lazer e outros fatores não essenciais. É importante lembrar também, caso possua dívidas altas, será necessário encaminhar uma porcentagem maior que os 15%, sendo necessário diminuir alguns gastos, como o lazer.

Gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam a economia de sair do aluguel e garantir um imóvel próprio.

Por José Alexandre Oliveira

Comentários
COMPATILHAR: