Um homem, de 20 anos, foi preso pela Polícia Militar por armazenar vídeos de pornografia infantil em seu celular. O caso ocorreu no início da noite de sábado (21), no bairro São Francisco, na região da Pampulha.

De acordo com informações do boletim de ocorrência da PM, os militares faziam patrulhamento no beco Viana do Castelo, conhecido pelo intenso tráfico de drogas, quando avistaram o homem. Ao perceber a presença dos policiais, o homem colocou o celular na cintura e caminhou até uma passarela.

Lá, os militares o abordaram e, a princípio, não encontraram nada de ilícito. Ao ser questionado sobre a procedência do aparelho celular, o homem respondeu que trabalha com mudanças e que, em um desses serviços, recebeu o telefone como pagamento.

Os policiais tentaram localizar o IMEI, número de identificação global e único para cada celular, mas, como não conseguiram, pediram para que o homem desbloqueasse o celular para pegar a identificação. Antes de desbloquear o aparelho, porém, ele disse que no telefone “poderia ter vídeos de crianças fazendo sexo”, recebidos em um grupo de WhatsApp.

Ao clicar na tela do celular, a luz do aparelho acendeu, e os militares viram a imagem de uma criança praticando sexo oral. O homem acabou mostrando para os agentes outros vídeos de conteúdo infantil pornográfico envolvendo crianças com idades entre 3 e 12 anos

Diante disso, os militares deram voz de prisão ao homem e leram trecho do artigo 241, do Estatuto da Criança (ECA), que tipifica como crime o fato de fotografar ou publicar cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança e adolescente. A ocorrência foi encerrada na Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher.

Fonte: O Tempo

Comentários