A Chapecoense segue atravessada na garganta do Atlético. Mesmo jogando com um jogador a mais, durante boa parte da partida, o Galo errou demais e viu seu adversário ir as suas redes três vezes. “A equipe se desconcentrou, se desorganizou. Não tem o que falar, só trabalhar para melhorar”, pontuou logo depois da partida o goleiro Victor.

Para o meia Luan, além da tristeza pelo placar negativo, o momento é de reflexão para todos. “Só com cada um com seu trabalho para progredir. O resultado deixa a gente indignado, mas cada um precisa refletir”, ponderou.

O atacante Róger Guedes, autor do terceiro gol alvinegro, pediu que o time reaja imediatamente. “Tomara que a gente consiga os três pontos, espero que mude contra o América”, disse. O jogo diante do Coelho acontece na próxima quinta-feira (7).

A aposta do treinador Thiago Larghi em trocar um dos zagueiros pelo atacante Erick não surtiu o efeito esperado. Para Róger Guedes, o time está cometendo erros coletivamente, o que é inadmissível. “Estou triste por em três jogos termos apenas um ponto conquistado. Estamos perdendo pontos para nós mesmos. Cometendo erros bobos que não podem acontecer. Não podemos empatar em casa, com um jogador a mais, sem tirar os méritos da Chapecoense”, lamentou.

 

Fonte: Super FC/O Tempo ||

Comentários