No domingo (21), foi celebrada na Matriz São Vicente Férrer a missa de envio dos jovens formiguenses que participarão da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). O grupo viajará para o Rio de Janeiro, na quinta-feira (25), quando será realizada a Festa da Acolhida em Copacabana e retornam no sábado (27).
?A minha motivação, assim como de toda a juventude formiguense é que nessa Jornada Mundial da Juventude, possamos aprender ainda mais sobre a nossa Igreja, para que assim estenda a missão a todos jovens da nossa cidade e não só aqueles que tiveram a oportunidade de participar da jornada? declarou um dos participantes, Rodrigo Melo.
Milhares de jovens de todos os continentes participarão da JMJ, que ocorre no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, com a presença do Papa Francisco. Além do padre Júlio Ferreira, cerca de 50 jovens formiguenses participarão da Jornada.
<2>A Jornada Mundial
A Jornada Mundial da Juventude é o maior encontro internacional de jovens com o Papa. Ela foi criada pelo Papa João Paulo II, em 1984. A primeira edição foi realizada em Roma, em 1986. Na última realização, em 2011, o evento reuniu mais de 2 milhões de pessoas em Madri, na Espanha.
O evento acontece a cada três anos. Para não coincidir com a Copa do Mundo de 2014, a edição no Rio de Janeiro foi antecipada para 2013, e acontecerá de 23 a 28 de julho. Nos anos intermediários, as Jornadas são vividas em âmbito diocesano, chamada Jornada Diocesana da Juventude, no Domingo de Ramos, quando se comemora também o Dia Mundial da Juventude.
Os símbolos da Jornada são a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora. A cruz de madeira de 3,8 m foi construída no Vaticano e colocada como símbolo da fé católica. Em 1984, João Paulo II entregou a Cruz de Cristo à juventude e pediu que os jovens a levassem adiante como forma de evangelizar. Em 2003, o Papa deu o segundo símbolo de fé aos jovens, o ícone de Nossa Senhora. No Brasil, eles passaram por mais de 250 dioceses, hospitais, escolas, presídios e comunidades indígenas.

Comentários
COMPATILHAR: