A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) lançou, nessa sexta-feira (16), o edital para concurso de Assistente Executivo de Defesa Social – Auxiliar Educacional.

São 211 vagas de nível médio para cargos efetivos nas unidades socioeducativas de todo o estado, sendo 21 delas reservadas a pessoas com deficiência. O salário é de R$ 1.750,10, para 40 horas de trabalho semanais, podendo ser cumpridas em escalas de plantão. A seleção será em duas etapas: uma prova objetiva de múltipla escolha e uma avaliação psicológica. 

Os interessados podem se inscrever a partir de 16 de junho, com encerramento em 16 de julho, pelo site do Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP). Dúvidas devem ser encaminhadas, exclusivamente, para [email protected] O valor de inscrição é de R$ 73,97.

Candidatos desempregados ou com limitações financeiras podem requerer a isenção da taxa. O concurso para a função de auxiliar educacional ampliará substancialmente o quadro, que hoje conta com 20 servidores efetivos.

Segundo o subsecretário de Atendimento Socioeducativo, Bernardo Naves, o aumento tem como objetivo potencializar as atividades culturais, sociais e esportivas, conforme preconizam o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em busca de interromper a trajetória infracional dos adolescentes em medida de internação ou semiliberdade. 

Este é o primeiro de três concursos previstos pela Sejusp em 2021; outros dois estão autorizados pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag), para cargos efetivos de policiais penais e de agentes socioeducativos. 

A previsão é de que as provas do concurso sejam aplicadas em 15 de agosto, simultaneamente nos municípios de Belo Horizonte, Barbacena, Curvelo, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Já a avaliação psicológica, de caráter eliminatório, acontecerá mediante convocação pelo endereço eletrônico do IBGP.  

Os aprovados passarão por curso de formação para qualificação e eficiência na prestação dos serviços. A capacitação dos servidores acontecerá após a posse, já contabilizada como carga horária de trabalho. 

Serão ministradas 540 horas de ensino, divididas entre aulas presenciais e a distância, com disciplinas que vão da legislação institucional e da visão sistêmica da Sejusp, à gestão e formação de pessoas no sistema socioeducativo e ao relacionamento interpessoal. 

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: