Foi uma noite fabulosa. Mas nem de Kaká, nem de Cristiano Ronaldo. Quem brilhou na vitória brasileira por 6 a 2 sobre Portugal, nesta quarta-feira, no estádio Bezerrão, no Gama, cidade-satélite de Brasília, foi Luis Fabiano. Ele fez três gols e ainda deu o passe para outro, marcado por Maicon. Elano marcou o quinto e Adriano, que entrara no lugar do herói da noite, garantiu a festa tupiniquim. Danny, de letra, e Simão fizeram os gols dos portugueses. Foi a maior vitória da seleção nos confrontos contra e rival e, pela primeira vez no duelo, um jogador fez três gols em uma só partida.
Foi uma das melhores apresentações da seleção de Dunga, que chegou a ser questionado pelos torcedores nos primeiros minutos, mas depois foi aplaudido. Quem está na berlinda agora é o técnico português Carlos Queiroz, que não vem tendo bons resultados como substituto de Felipão.
A seleção segue com 100% de aproveitamento sobre Portugal nos gramados brasileiros. Foram nove jogos e nove vitórias. A equipe canarinho também segue com a invencibilidade de 16 partidas em casa. A última derrota ocorreu em 2002, em um amistoso contra o Paraguai. Depois vieram 14 partidas pelas eliminatórias e dois amistosos (Guatemala e Portugal).
O time de Dunga fecha a temporada de 2008 com seis vitórias, três empates e duas derrotas, ambas por 2 a 0, para Venezuela (amistoso) e Paraguai (eliminatórias). Nesses 11 jogos, a equipe marcou 14 gols e sofreu sete. Agora, o Brasil só volta a campo em 10 de fevereiro, no amistoso contra a Itália, em Londres.

COMPATILHAR: