O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu um beijo caloroso em um militante nesta sexta-feira (15) em São Paulo. Lula participou do congresso da UGT (União Geral dos Trabalhadores) no Anhembi, na capital paulista.
Lula discursou no evento e avisou que pretende voltar a viajar pelo país para defender as causas sociais. Serei o lobista número 1 das causas sociais e vou voltar a incomodar algumas pessoas outra vez.
Lula discursou por 20 minutos e fez uma defesa de seus oito anos à frente da Presidência da República. De acordo com o ex-presidente, nenhuma categoria, durante seu governo, ficou sem aumento real de salário.
Não é possível que alguém não tenha tido aumento real no meu governo, disse.
Nesta sexta, o ex-presidente também defendeu o nome do ministro da Educação, Fernando Haddad, para disputar a Prefeitura de São Paulo pelo PT.
Acho que o companheiro Haddad é adequado. Foi ministro da Educação e acho que ele está na disputa interna.
Internamente, o ex-presidente tem feito campanha pela confirmação do ministro como o nome do PT para sucessão do prefeito Gilberto Kassab (ex-DEM).
Além de Haddad, os nomes da senadora Marta Suplicy, e do ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, estão sendo cogitados pelo partido.

Comentários