O Boletim Epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (17), pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) apontou que a região Centro-Oeste de Minas registrou 91 casos prováveis de dengue com base nas últimas quatro semanas.

De acordo com a SES-MG, o maior número de casos prováveis de dengue na região foi em Divinópolis. O município teve 26 registros somente nas quatro últimas semanas. Em seguida aparecem Bom Despacho e Pitangui. As cidades registraram 11 casos cada. Formiga aparece com 10 casos. O informe estadual apresentou ainda dados de zika e chikungunya e mortes suspeitas em investigação.

Mortes

O estado apontou que Divinópolis tem três casos de morte por dengue em investigação. No levantamento divulgado em agosto, eram dois casos sendo investigados. Pará de Minas também tinha dois casos em investigação e agora também tem com três.

Bom Despacho segue com uma morte notificada e duas em investigação. No boletim anterior, o município tinha uma morte em investigação.

Pompéu aparece neste boletim com uma morte em investigação. As três mortes registradas pela doença já registradas este ano em Pará de Minas não constam neste boletim. Os dois óbitos de Carmo da Mata também não foram contabilizados.

Informe epidemiológico

O informe epidemiológico da SES-MG apontou apenas os casos prováveis de dengue na região nas últimas quatro semanas. 

Casos prováveis de dengue na região nas últimas quatro semanas

CidadeCasos
Araújos2
Bom Despacho11
Cláudio1
Divinópolis26
Formiga10
Luz7
Itaúna2
Igaratinga1
Nova Serrana10
Pará de Minas5
Pitangui11
Perdigão1
Oliveira1
Santo Antônio do Monte3

Fonte: SES-MG

Dengue no Estado

Em 2020, até o momento, Minas Gerais registrou 81.937 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue.

Desse total, 54.786 casos foram confirmados para a doença. Quanto aos óbitos, em 2020, foram confirmados 11 óbitos pelo agravo. Há 48 óbitos em investigação.

Chikungunya

No boletim desta quinta-feira, foram divulgados os números das últimas quatro semanas e só Pará de Minas aparecera na lista com um caso provável de febre chikungunya na região.

Casos prováveis de chikungunya no Centro-Oeste nas últimas quatro semanas

CidadesCasos
Pará de Minas1

Fonte: SES-MG

Em relação à chikungunya, foram registrados, em 2020, até o momento, 2.301 casos prováveis da doença. Destes, 1.331 foram confirmados. Há uma morte em investigação.

Zika

Neste boletim nenhuma cidade da região Centro-Oeste apareceu com caso provável de zika nas últimas quatro semanas. Neste ano foram registrados 390 casos prováveis. Destes, 124 foram confirmados para a doença.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: