Nesta quarta-feira (26), a coordenação do Banco de Alimentos ?Maria Athanázia de Freitas? divulgou os números finais do projeto Troca Ambiental, lançado no início de maio. O projeto consistiu na troca de materiais recicláveis (garrafas pet, latas de alumínio, entre outros) por quilos de feijão, que foram doados pela Sureg-MG, Superintendência Regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
?A proposta era trocar materiais recicláveis por feijão, ajudar a combater a dengue e a preservar o meio ambiente, sem perder nosso foco que é o combate à fome e ao desperdício. Além disso, procuramos instalar nossos pontos de troca nas escolas e usamos as crianças como canal de comunicação com os pais. Isso ajuda na conscientização?, comentou o coordenador do Banco de Alimentos, Adriano Silva. De acordo com dados do Banco de Alimentos, foram distribuídos 11.827 quilos de feijão e recolhidos 7.709 quilos de materiais reciclados. O bairro que obteve melhor número foi o Água Vermelha, onde foram distribuídas mais de quatro toneladas de feijão.
A Conab doou 14 toneladas de feijão em abril, que foram embaladas pelos internos da Casa de Recuperação Sacramento de Amor. Os materiais recicláveis foram doados para a Transformare, Recifor e Casa de Recuperação Sacramento de Amor.

Comentários
COMPATILHAR: