Redação Últimas Notícias 

Para encerrar as ações a campanha “Maio Amarelo”, a Polícia Militar de Arcos realizou mais uma blitz educativa na cidade.

A ação foi realizada na “Praça do Vivi” no Centro e ocorreu em parceria com funcionários de todos os Postos da Saúde da Família (PSF’s) do município.

Segundo o sargento Jonas, durante a blitz foram distribuição de cartilhas e panfletos sobre prevenção a acidentes e mortes no trânsito.

Foto: PM/Arcos

Durante o mês de maio a PM de Arcos realizou diversas ações como blitz educativas, palestras em escolas e empresas.

 

Maio amarelo

Maio Amarelo é um movimento organizado para conscientização e prevenção de acidentes de trânsito, chamando a atenção da sociedade, de entidades, de empresas e do governo para o alto índice de feridos e mortos. A ONU fala em poupar 5 milhões de vidas até 2020.

De acordo com a campanha, 3 mil mortes são registradas todos os dias em ruas e estradas mundo afora – representando um custo de US$ 518 bilhões por ano.

O que é?


O Maio Amarelo foi instaurado a partir de uma resolução da Assembleia-Geral das Nações Unidas, baseada em estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), que definiu o período entre 2011 e 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

Segundo a OMS, em 2009, foram registrados 1,3 milhão de mortes causadas por acidentes de trânsito em 178 países diferentes – principal causa de morte para jovens de 15 a 29 anos.

Ainda segundo a organização, caso não sejam adotadas ações efetivas, é possível que em 2020 seja alcançada a marca de 1,9 milhão de mortes – número que subirá para 2,4 milhões em 2030. Serão, segundo as estimativas, de 20 a 30 milhões de pessoas feridas por acidentes.

O mês de maio foi escolhido por ter sido o mês em que a resolução da ONU foi publicada, em 11 de maio de 2011. Já a cor amarela simboliza atenção e advertência. Neste ano, 27 países, 423 municípios e 1.425 empresas já apoiam a campanha.

Comentários
COMPATILHAR: