Empresários e comerciantes de Piumhi se manifestaram e disseram estar indignados pela situação na qual o comércio do município se encontra, após mais de 20 dias com as portas fechadas.

Em resposta, a Associação Comercial e Empresarial de Piumhi (ACE) sugeriu impetrar um Mandado de Segurança contra o governador do estado de Minas Gerais.

A ideia inicial era entrar com a liminar juntamente com associações de Capitólio e São Roque de Minas, o que foi duramente reprimido pelos manifestantes.

Segundo eles, por Capitólio e São Roque serem cidades turísticas, a união entre elas seria prejudicial ao município. Aderindo ao pedido dos manifestantes, associados ou não, a ACE entrou sozinha com a liminar.

Nesta sexta-feira (9), a resposta foi enviada e divulgada nesta segunda (12) pela associação comercial. A Medida Liminar foi indeferida pelo desembargador Relator Kildare Carvalho, que disse:

“Não desconheço a importância do comércio não essencial para a retomada econômica e para a preservação dos empregos, e me compadeço com a situação vivenciada pelos comerciantes de todo o país. Não obstante, especialmente em um Estado Democrático de Direito, não há interesse maior do que a vida de seus cidadãos, de modo que não se mostra possível a suspensão de medidas adotadas com o intuito exclusivo de preservar a saúde pública. Desse modo, em que pesem as considerações do impetrante e dentro do cenário processual disponível até o momento, não verifico elementos que possibilitem a concessão da liminar pretendida”.

Fonte: Onda Oeste FM

Comentários
COMPATILHAR: