O Cruzeiro terá mudanças para enfrentar o Corinthians na quarta-feira (14), às 21h45, em duelo pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois da derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR, na Arena da Baixada, Mano Menezes antecipou que realizará as alterações no Mineirão e explicou os motivos. Depois de duas semanas cheias para trabalhar, o elenco voltará a enfrentar a maratona de jogos no meio e no fim da semana. 

“Não é questão de um time todo alternativo. A questão dos jogadores de frente é que temos quatro jogadores quase para a mesma posição. Estamos encerrando a temporada, temos a intenção de dar um ritmo ao Fred, ritmo de competição para ele terminar a temporada se aproximando o máximo que puder do Fred que todos conhecem. Fiz isso para Raniel, tenho feito para Barcos. São jogadores que fizeram a temporada de forma muito boa e a gente considera tudo aquilo que foi feito até então”, projetou.

“Essa decisão não é para descaracterizar a equipe. É para utilizar os jogadores para terminarem bem. São jogadores que podem render bem em qualquer situação. Provavelmente, teremos algumas mudanças contra o Corinthians. É um jogo de quarta-feira, agora voltaremos a ter jogos quarta e domingo. Então vamos fazer para que a equipe renda o melhor possível com a formação que a gente escolher”, complementou Mano Menezes.

Para o jogo contra o Corinthians, o Cruzeiro não terá uma série de jogadores à disposição. O zagueiro Dedé se apresenta à Seleção Brasileira. Já Arrascaeta foi convocado pela Seleção Uruguaia. Ambos estarão fora das próximas três rodadas do Brasileirão. Mano ainda não poderá escalar o zagueiro Murilo, que se recupera de uma cirurgia no ombro esquerdo e só retornará em 2019.

Na partida contra o Atlético-PR, o treinador também perdeu o lateral-direito Edilson e o atacante Rafael Sobis. Ambos levaram o terceiro cartão amarelo e terão de cumprir suspensão automática na partida contra o Corinthians. Suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Sassá também não será opção para o duelo em Belo Horizonte.

Com o resultado negativo diante do Atlético-PR, a Raposa perdeu uma posição na tabela (de 8º para 9º) e desperdiçou a chance de chegar ao G-6 do Campeonato Brasileiro. Embora já tenha vaga garantida na Copa Libertadores de 2019, o time celeste busca melhor colocação na tabela de olho na premiação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

(Foto: Leandro Couri)

 

 

 

Fonte: Super Esportes||

Comentários