A Associação Mão Amiga (AMA), entidade que auxilia pacientes na luta contra o câncer em Formiga e região, lançou em suas redes sociais a campanha de Conscientização e Combate ao Câncer de Colo de Útero.

A campanha divulgada pelo mundo todo denominada “Março Lilás”, visa levar informação e estimular a população feminina para os cuidados de prevenção contra o câncer de colo uterino, de alertar para os principais sinais e sintomas que devem direcionar a mulher a buscar ajuda médica e conscientizar as mulheres sobre importância de se protegerem da doença, principalmente fazendo o exame mais conhecido como Papanicolau.

A coordenadora do serviço de ginecologia oncológica do Instituto Mário Penna, Telma Maria Rossi de Figueiredo Franco, explica por meio de publicação no portal Mario Penna que o tumor pode ser causado pelo vírus papilomavírus humano (HPV), que é transmitido pela relação sexual e geralmente ele desaparece. Mas quando esse desaparecimento não ocorre e ele é associado a outros fatores como tabagismo e uso de pílula anticoncepcional, ele pode provocar o câncer.

O ideal é que essa infecção gerada pelo vírus seja evitada de todas as formas possíveis e o exame Papanicolau é a forma de prevenção indicada. A médica explica ainda que o câncer é mais comum em mulheres mais velhas, mas a prevenção deve ocorrer em todas aquelas que já têm relações sexuais. “O exame de prevenção deve ser feito todos os anos por mulheres que tenham acima de 25 anos. Em alguns casos, esse exame é indicado em um intervalo de tempo menor ou maior, mas isso depende da avaliação de um médico”, explicou Telma.

A profissional também fala sobre a importância das vacinas contra o HPV, disponível em toda a rede pública de saúde e indicada para que meninas, de 9 a 14 anos, e meninos, de 11 a 14 anos, fiquem imunes ao vírus.

Em suas redes sociais, a Mão Amiga também lança o depoimento de Shirlei Costa Cavalcante que está em tratamento. A assistida pela associação alerta as mulheres de Formiga e região sobre a importância do exame preventivo: “ Sempre fiz o preventivo, todo ano, nunca fiquei sem fazer e, de um ano para o outro, fui diagnosticada com o câncer de colo de útero e também no útero. Eu descobri porque eu comecei a sangrar após a relação sexual, achei estranho porque nunca havia acontecido, aí procurei o médico. É uma doença que não tem idade, por isso aconselho a todas a fazerem o exame preventivo, tem meninas de 25, 27 anos que acham que não precisam, mas todas as mulheres precisam fazer. Se eu não tivesse descoberto, eu poderia estar com mais problemas agora. Eu já fiz a cirurgia e hoje estou bem, só que ainda estou em tratamento”, comentou durante entrevista à assessoria de comunicação da AMA.

A assistida pela entidade Shirlei Costa Foto: divulgação Mão Amiga

Para acompanhar a entrevista na íntegra e obter mais informações basta acessar o portal da entidade ou seguir as redes sociais utilizadas pela associação pelo facebook.com/MaoAmigaFormiga/ ou instagram @maoamigaformiga.   

Comentários
COMPATILHAR: