A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva tem discutido abertamente com interlocutores a possibilidade de sair do Partido Verde em breve, segundo o jornal Folha de S. Paulo. A ex-presidenciável estuda deixar a legenda para ter liberdade de apoiar candidatos de agremiações diversas nas próximas eleições municipais, no ano que vem.
Segundo o jornal, a ex-senadora também estaria interessada, num futuro próximo, em montar um novo partido – batizado temporariamente de Partido da Causa Ecológica.
O ex-deputado Fábio Feldman, ligado a Marina e candidato ao governo de SP em 2010 pelo PV, será um dos primeiros a deixar a legenda, antes mesmo da ex-ministra. Ele seria um dos articuladores da nova sigla que Marina estuda fundar.
Os problemas da ex-ministra com a direção nacional do PV começaram logo após o término do primeiro turno das eleições presidenciais, quando ela recebeu mais de 20 milhões de votos. Marina defendeu uma renovação na direção do PV, inclusive com participação democrática dos filiados. Mas a atual direção não aceita a proposta.

Comentários