O vereador José Gilmar furtado (Mazinho/DEM) realizou uma coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (24) para falar sobre o seu mandato como presidente, que irá até o fim deste ano. O vereador foi eleito, na segunda-feira (22), por cinco votos contra quatro de Gonçalo Faria/PSB, candidato à presidência.
Antes da eleição, Mazinho havia ocupado o cargo de Moacir Ribeiro/PMDB, que teve o seu mandato cassado. O vereador voltou a dizer que o Regimento Interno da Casa é contraditório e pediu desculpas à imprensa, uma vez que ele havia declarado que a imprensa não o havia deixado trabalhar. ?Não estava me sentindo tranqüilo. Estava me sentindo desconfortável para desenvolver o meu trabalho. Mas peço desculpas à imprensa, me perdoem, pois até então não tínhamos feito a eleição para presidente, falei da imprensa não me deixar trabalhar neste sentido, pelo fato de não ter ocorrido a eleição. Eu sou um cara muito correto graças a Deus. Eu não tenho compromisso com o erro e sim com a população de Formiga?.
Questionado sobre seus trabalhos nos quatro meses restantes como presidente, Mazinho disse que o tempo é curto, pois precisam fazer licitação, escolher agências, mas dentro das possibilidades pretende fazer seu trabalho bem feito.
Outro assunto abordado foi em relação à construção da sede própria do Legislativo. ?A cidade inteira sabe que isso é um anseio muito forte de todos os vereadores. Conversei com o prefeito Aluísio Veloso e todos os dez vereadores se reunirão com ele para resolvermos isso. Dentre de 30 dias poderei dar uma resposta mais concreta do que foi decidido?.
Mazinho também disse que, ainda neste ano, pretende equipar a Câmara Municipal. ?Nesses quatro meses eu quero equipar esta Casa. Penso em adquirir móveis para alguns gabinetes na Câmara e os notebooks para os vereadores?.

Comentários
COMPATILHAR: