O governo de Minas Gerais cancelará a compra da vacina de origem russa Sputnik V caso elas não cheguem ao Estado ainda em julho. Com oito dias para o final do mês, o Estado ainda não tem data para receber as 428 mil doses do imunizante encomendadas. 

“Estamos em tratativas com o Fundo Soberano Russo. Mas, eu acredito, que pelo estou percebendo, para quem tem um contrato há mais tempo, como o Consórcio do Nordeste, que ainda não recebeste está com 20 dias de atraso, a expectativa que nós estamos tendo, neste momento, é que (a compra) não se concretize. Ainda valeria a pena receber a vacina em julho e vacinar”, disse o secretário de Estado de Saúde, Fábio Bacchretti, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (23). Segundo informações do jornal Valor Econômico, o Ministério da Saúde rescindirá o contrato de compra da vacina.

Com a expectava do envio de um total de 4 milhões de doses de outras vacinas pelo Ministério da Saúde em julho, Baccheretti afirmou que a vacina russa se tornaria dispensável caso chegasse após este mês. 

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: