Não dá para tirar da cabeça o principal desafio deste fim de ano: a disputa do Mundial Interclubes de Shaoxing, na China, entre os dias 4 e 9 de dezembro.
Mas, até lá, é preciso se concentrar nas primeiras rodadas da Superliga Feminina, que vão permitir ganhar ritmo e entrosamento, além de pontos fundamentais para garantir as primeiras posições na fase classificatória, sinônimo, ao menos na teoria, de caminho menos complicado rumo ao título.

Pois após atuar longe de casa no começo da competição, as duas representantes mineiras hoje terão a primeira chance de jogar com o incentivo sempre bem-vindo da torcida.

O campeão Praia Clube faz sua terceira partida, já que abriu a Superliga com o confronto antecipado com o Pinheiros, em São Paulo. E nesta terça, às 19h30, diante das meninas do Curitiba Vôlei, em Uberlândia, volta à quadra pelos 100% de aproveitamento. Já o Minas, que jogou apenas uma vez (bateu, de virada, o Brasília Vôlei por 3 a 1 em Taguatinga), recebe em sua Arena às 20h o São Cristóvão Saúde/São Caetano, do ABC Paulista.

Na equipe praiana, o principal desafio do técnico Paulo Coco é agilizar o processo de entrosamento entre a levantadora norte-americana Carli Lloyd e as atacantes. Na disputa do Estadual, ficou claro que a talentosa titular da seleção dos EUA ainda não conseguia explorar totalmente as possibilidades, especialmente com as centrais Fabiana e Nicole Fawcett. Algo que não depende só dos treinos, mas também da sequência de partidas. As paranaenses garantiram a vaga pela Superliga B e contam com uma mescla de atletas jovens e experientes, em que o grande destaque é a meio de rede Valeskinha, campeã olímpica.

“Observamos uma evolução do grupo, algumas situações já melhoramos um pouco. Não é o estágio ideal, mas estamos caminhando. Tivemos uma consistência maior do nosso sistema defensivo, o bloqueio novamente foi um fundamento importante e que funcionou bem”, destacou o treinador, com relação à vitória por 3 a 0 sobre o também estreante Camboriú, em Santa Catarina.

No Minas, destaque para o crescimento da ponteira e também campeã olímpica Natália, que passou a atuar com maior frequência na reta final do Mineiro depois de recuperar condição física e, no primeiro desafio pela Superliga, recebeu o troféu de melhor em quadra.

A expectativa do grupo campeão estadual é de contar mais uma vez com um bom público, tanto mais que será a última partida em casa antes do embarque para a China. Os ingressos para a partida estão à venda no www.eventim.com.br (e nas bilheterias da Arena a partir das 19h), por R$ 20, com meia-entrada a R$ 10.

Rodada
Quatro jogos completam, todos também hoje, a segunda rodada da Superliga: às 19h30, Sesc-RJ x BRB Brasília e Barueri x Pinheiros. Às 20h, Fluminense x Camboriú e Osasco Audax x Sesi Bauru.

(Foto: divulgação Riva Moreira)

 

 

 

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Comentários
COMPATILHAR: