Um dia após receber da presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), a confirmação de que permanecerá à frente do Ministério do Trabalho e Emprego a partir de 2011, o ministro Carlos Lupi (PDT) anunciou, nesta sexta-feira, uma medida que frustra as entidades sindicais.
Segundo Lupi, o governo federal editará uma medida provisória até a próxima semana fixando o valor do salário mínimo para 2011. O ministro não adiantou qual será o valor, mas descartou a possibilidade de que o salário alcance R$ 580 – patamar reivindicado pelas centrais sindicais. De acordo com ele, a decisão se deve ao fato de que não há orçamento para isso. Carlos Lupi afirmou ainda que discutirá o assunto na próxima semana com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e com demais ministros.
A solicitação de R$ 580 havia sido apresentada a Dilma Rousseff, por entidades sindicais, ainda durante a campanha eleitoral, em setembro. Na época, a então candidata se comprometeu a estudar a proposta.

COMPATILHAR: