Em decorrência de um acidente no dia 29 de maio, envolvendo um caminhão de lixo da Prefeitura, a casa de Milton José da Silva, 51 anos, situada à rua Salgado Filho, 565, bairro Alvorada, foi atingida pela parte superior da carroceria do veículo. Desde o ocorrido, o morador esteve várias vezes nas reuniões da Câmara Municipal para pedir apoio aos vereadores junto ao Executivo.
Nesta segunda-feira (9), após muitas reivindicações, o Projeto de Lei 143/2009 deu entrada na Câmara para a indenização do proprietário, no valor de R$ 31.294,58, e deve ser aprovado na próxima segunda-feira (16).
Milton Silva assinou um termo de acordo com a Prefeitura, abrindo mão de recorrer à Justiça. Desde o acidente, ele estava reconstruindo a casa por conta própria e contando com a ajuda de amigos na mão de obra e, mesmo assim, ainda pagava pedreiros. Atualmente, ele está morando em apenas um cômodo no porão da antiga casa.
Em setembro, o chefe de gabinete, Sheldon Almeida, explicou que, na época do acidente, a administração municipal propôs para o morador Milton Silva uma casa de aluguel por conta do Executivo até a finalização do processo administrativo. Ele não concordou em ter uma casa de aluguel neste período, alegando que, juntamente com outros vizinhos, precisava cuidar de parentes enfermos que moram ao lado de sua casa.
Na época, Sheldon Almeida disse que já estava sendo feita uma coleta de preços para indenização do material de construção, mão de obra e material dos imóveis que estavam na casa. Infelizmente, esses processos administrativos são lentos e têm que seguir a legislação. Depois de tudo pronto será enviado à Câmara Municipal o projeto de lei para ser aprovado.

Comentários
COMPATILHAR: