Uma obra feita pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), na rua Francisco Dantas, no bairro Cidade Nova, tem causado transtornos aos moradores da via.

O trabalho foi realizado na semana passada, na altura do número 85, e de acordo com moradores, cinco funcionários do Saae quebraram o calçamento da via para trocar uma manilha que estava danificada.

Os moradores informaram que a obra durou dois dias e apesar dos funcionários haverem retirado o calçamento de um lado a outro da rua, a manilha danificada se localizava rente  (bem próximo) a uma das calçadas. “Quebraram o calçamento de fora a fora da rua sem necessidade, pois, o vazamento estava no canto da via, horas de trabalho e materiais desperdiçados. Tive que deixar meu carro na rua durante esse tempo, pois não tinha como entrar na garagem da minha residência, sem contar a sujeira que foi direta para  nossa casas”, disse um morador.

Ao término da obra, os funcionários do Saae deixaram para trás, entulhos, além de muita terra  e um calçamento extremamente mal reconstruído. “Nossa rua tinha o calçamento alinhado, sem depressões e após esse trabalho mal feito, ficamos com uma via destruída e cheia de entulho”, reclamam os moradores.

A via entra para a lista das ruas que, conforme diz a população, “onde o Saae põe a mão, buracos brotam sem explicação” e são muitos os casos: dois exemplos são as ruas Francisco Caldas, na Vila Licínio e a José Elísio Ribeiro Mendes, no Centro. Os problemas nas vias foram motivo de matéria divulgada pelo portal UN na sexta-feira (9).

No decorrer do ano passado, as duas vias citadas sofreram com os estragos das chuvas, passaram por reparos, mas tiveram todo o serviço feito e refeito pelo Saae, levado por água abaixo, assim como o dinheiro dos cofres públicos.

Comentários
COMPATILHAR: