Uma mulher, de 54 anos, acionou a Polícia Militar após perceber que a sobrinha, de 3 anos e 4 meses, poderia ter sido vítima de abuso sexual em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. O caso foi registrado na noite de domingo (1º) no bairro Silicóticos.

A mulher contou para a Polícia Militar que a irmã dela e mãe da menina, de 31 anos, abandonou a criança em casa para ir até um bar acompanhada do namorado. Diante disso, a tia da menina foi até a casa da irmã para buscá-la.

Ao dar chegar em casa, a mulher observou um ferimento na região anal da criança. Diante disso, ela perguntou se alguém a teria machucado. A menina respondeu que o namorado da mãe é quem a havia tocado, mas não soube explicar como teria acontecido o toque.

Após ouvir o relato da sobrinha, a mulher acionou a PM. Os militares foram até a casa da mãe da criança e encontraram a residência em condições precárias de higiene. Os militares procuraram pelo casal em bares da região, sem sucesso nas buscas. A idade do homem não foi revelada.

Exames

A guarnição da PM levou a tia e a menina até o Hospital Nossa Senhora de Lourdes, em Nova Lima, onde a criança passou por avaliação médica. De lá, as duas foram encaminhadas para o Hospital Municipal Odilon Behrens, em Belo Horizonte, para novos exames.

Dois médicos examinaram a menina e constataram machucados na região do ânus, mas sem dilaceração. Entretanto, os especialistas não descartam os abusos.

Após avaliação, os policiais levaram a mulher e a criança até a casa dela. A menina permanece sob os cuidados da tia.

O caso foi registrado como abandono de incapaz, já que os abusos não foram comprovados. A ocorrência foi encerrada na delegacia de Nova Lima. A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil para saber se será aberto inquérito para investigar o caso e aguarda retorno.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: