Para tentar conter a criminalidade que aumenta no fim de ano, a polícia tem criado novas estratégias no Centro-Oeste de Minas Gerais. Uma alternativa é o apoio da comunidade. E essas redes de cooperação com a Polícia Militar mostram que a população tem participação direta na melhoria da segurança pública em várias cidades.
Na região Centro-Oeste a população também se mobiliza para tentar melhorar os números da criminalidade. Em Nova Serrana está em implantação a malha comercial de segurança. A intenção é tentar diminuir a grande quantidade de ocorrências no comércio. Até o mês de outubro foram registrados 176 assaltos.
Em algumas ruas do Centro foram montados postos com a presença de policiais. Trinta comerciantes já aderiram ao programa. Eles mesmos ficam atentos para qualquer movimentação diferente, e com atitudes simples podem evitar prejuízos. Um dos exemplos é que um empresário olha o comércio do outrocomenta o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Telismar Ferreira do Amaral. O que é um auxílio importante para a polícia. A população tem a função dela e a polícia também não vai deixar de fazer a sua, frisa o capitão da PM, José Romeu Mendonça.
Em Divinópolis, postos de combustíveis se organizaram e criaram a rede de postos protegidos. No terceiro trimestre desse ano, se comparado ao mesmo período do ano passado, o número de furtos nos estabelecimentos caiu 69%.

Comentários