O dono de uma loja de venda e assistência técnica de celulares de Varginha, no Sul de Minas Gerais, teve uma atitude inusitada. Cansado de ser roubado e na tentativa de evitar novos crimes, o empresário resolveu fazer armadilhas e colocá-las no seu estabelecimento comercial.
De acordo com a Polícia Civil, além de instalar câmeras de circuito interno de segurança, o comerciante colou agulhas de insulina na parte externa de um aparelho celular que estava na vitrine.
Segundo os policiais, na madrugada dessa sexta-feira (18), a armadilha funcionou e um homem acabou tendo a mão perfurada.
Conforme a PC, as imagens gravadas pela câmera mostram claramente o momento em que o suspeito estica a mão e depois retira rapidamente.
Depois de análise das gravações, três suspeitos foram identificados e um deles preso. No entanto, o detido foi liberado por falta de provas.

Comentários
COMPATILHAR: