Justamente no início das férias de julho, quando aumenta o movimento nas rodoviárias de todo o país, começa a vigorar nesta terça-feira, o reajuste de 6,4% aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para as passagens de ônibus interestaduais e internacionais.
Nos últimos 12 meses, a taxa acumulada do IPCA-15 foi de 5,89%, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Portanto, o reajuste concedido pela ANTT está acima da prévia do índice oficial da inflação no país, divulgada na semana passada.
Em nota, a agência explicou que desde o ano passado o percentual de reajuste é calculado por meio da fórmula paramétrica, a exemplo de como é feito para as rodovias federais concedidas. Segundo a empresa, o aumento leva em conta os principais custos das empresas de ônibus: combustível, pneus, lubrificantes, peças e mão-de-obra.
Exemplos:
Para se ter uma idéia do que o reajuste significa, uma passagem de Brasília para Goiânia passará de R$ 26,12 para R$ 27,69. De Brasília para São Paulo, o valor subirá de R$ 127,51 para R$ 135,66 por passageiro. E da capital federal para o Rio de Janeiro, o preço subirá de R$ 143,50 para R$ 152,67.

Comentários