Pelo menos duas cidades do Sul de Minas cancelaram o Carnaval de 2017 por causa da crise financeira. As administrações das cidades de Passos e Pouso Alegre decidiram não realizar a folia neste ano pelo mesmo motivo: falta de dinheiro em caixa. O que as duas cidades planejam é juntar recursos para que consigam fazer o Carnaval em 2018.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Passos, a cidade não tem a folia há cerca de 6 anos e, apesar de a administração atual ter vontade de realizar a festa em 2017, não há recursos financeiros ou tempo hábil para isto.

“Não há condições de realizá-lo (o Carnaval) para o próximo mês, tendo em vista a situação financeira calamitosa em que o município se encontra. Não há recursos e nem prazo para a licitação de serviços. Para 2018, o Departamento Municipal de Cultura planejará a organização do evento em parceria com os blocos carnavalescos existentes no município, a fim de tornar viáveis as festividades”, informou a prefeitura de Passos por meio de nota.

A prefeitura de Pouso Alegre optou pelo cancelamento do Carnaval após uma reunião com os carnavalescos da cidade na segunda-feira (9). De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a administração mostrou que não há recursos financeiros para realização do evento.

“A ausência de planejamento e a não realização de uma transição transparente por parte do antigo governo não permitiu que a atual administração fizesse um real diagnóstico da saúde financeira do município. Por conta disso, qualquer possibilidade de subvenção ao Carnaval pouso-alegrense tornou-se inviável em virtude das novas diretrizes estabelecidas pela Prefeitura, que priorizarão as demandas essenciais da população, mesmo tendo consciência valor cultural do evento”, relatou a prefeitura por meio de nota.

Ainda de acordo com a nota, os carnavalescos da cidade sugeriram a criação de uma comissão conjunta com a Superintendência de Cultura, com reuniões semanais a partir de fevereiro, para levantar ideias e captar recursos para que o Carnaval seja realizado na cidade em 2018.

“Em 2018, com as finanças menos deficitárias e a Superintendência da Cultura alinhada com o planejamento das escolas de samba e os blocos carnavalescos, a normalidade da festividade retornará a Pouso Alegre”, informou a administração.

A prefeitura disse ainda que se os blocos caricatos quiserem desfilar sem o apoio financeiro da administração, será oferecida a segurança e liberação de vias. Ainda não há decisão sobre o desfile dos blocos.

 

Cidades vizinhas garantem a folia

Apesar do cancelamento em Passos e Pouso Alegre, outras cidades da mesma região garantiram a folia para este ano. Em Poços de Caldas, além dos desfiles das escolas de samba, haverá também blocos de rua. A administração da cidade ainda faz um levantamento dos gastos públicos e só deve divulgar o valor que será investido no evento na segunda quinzena de janeiro.

Em Varginha, o Carnaval também será mantido. A cidade terá um dia de pré-carnaval com o bloco mais famoso na cidade, o Banho das Dorotéias, em que as mulheres se vestem de homens e vice-versa. Na cidade, o Carnaval deve ocorrer no próximo dia 18 de fevereiro, na praça do ET, no centro da cidade. Haverá bandas, DJs e um trio elétrico para animar a folia.

Em Lavras, as agremiações da cidade resolveram fazer uma liga para que os desfiles ocorram sem precisar de recursos da prefeitura. A Liga de Carnaval Lavrense foi criada no ano passado e vai organizar o evento. A prefeitura vai ajudar com infraestrutura.

 

Fonte: O Tempo ||http://www.otempo.com.br/cidades/passos-e-pouso-alegre-cancelam-carnaval-em-2017-por-falta-de-dinheiro-1.1422403

Comentários