Atlético e Cruzeiro começam a decidir o Campeonato Mineiro 2011 neste domingo, 8 de maio, às 16h na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Tido como ?segunda opção? das equipes no primeiro semestre, o Estadual passa a ter peso maior diante do contexto das duas equipes neste primeiro semestre da temporada. Tanto o Atlético quanto o Cruzeiro sofreram eliminações precoces na Copa do Brasil e na Libertadores. O Galo saiu logo na segunda fase do torneio nacional, sendo eliminado pelo fraquíssimo Grêmio Prudente, último colocado do Paulistão. Já o Cruzeiro foi eliminado da Libertadores pelo Once Caldas em casa na última quarta-feira, quando podia perder até por 1 a 0. Perdeu por 2. Agora, o fato de conquistar o Campeonato Mineiro em cima do rival pode amenizar a situação dos clubes e tranquilizar um pouco uma das duas torcidas.

Casa cheia
Mesmo se tratando de uma final, o presidente Alexandre Kalil resolveu botar o ingresso a preço de banana para o jogo de ida: R$ 5,00. Os cerca de 16 mil ingressos já foram adquiridos pela torcida atleticana, que terá presença única neste domingo. No jogo da volta, será a vez da torcida do Cruzeiro ter o privilégio.

Maldição do mandante
Desde que o Mineirão foi fechado, foram realizados três clássicos com torcida única. O visitante sempre ganhou. Foram duas vitórias do Atlético por 4 a 3 e uma do Cruzeiro por 1 a 0.

Cautela
Mesmo com o adversário psicologicamente abatido pela eliminação na Libertadores, Dorival Júnior deve escalar um meio campo com três volantes. Sem Renan Oliveira, o treinador deve optar pela entrada de Toró. O volante, aliás, deve ser o encarregado para marcar Montillo.

Levantar a cabeça
Este é o lema no Cruzeiro. Grande favorito para conquistar a Libertadores, o time de Cuca sabe que, com o revés no torneio continental, terá que dar uma resposta rápida à sua torcida. Para tentar bater o rival, Cuca ainda espera pela recuperação de jogadores importantes como Wallyson e Thiago Ribeiro, que fizeram muita falta no meio de semana.

Comentários
COMPATILHAR: