Nesta segunda-feira (20), Piumhi completa 152 anos de história. Mas neste ano não haverá as tradicionais comemorações culturais pelo aniversário da cidade, por causa da pandemia de coronavírus.

De acordo com a Prefeitura, atendendo às recomendações do Ministério da Saúde, todos os próximos eventos que já estavam programados para o ano de 2020 foram cancelados.

Conforme o Município, como era de praxe, na segunda-feira após o encerramento da Exposição Agropecuária, a população desfrutava da liberação do Parque de Diversões, com cachorros-quentes, refrigerantes, pipocas, algodões doces, além do show da dupla Gian e Giovanni, que aconteceria na abertura do evento, neste ano.

“Piumhi cresceu e se desenvolveu de forma harmoniosa e aconchegante. Aqui fizemos história, e, ao longo desses 152 anos, o apelido ‘cidade carinho’ ganhou sentido. Infelizmente, este ano não comemoraremos o aniversário da cidade como gostaríamos. Com fogos, festas, shows e muitos abraços. Um ano atípico e diferente de todos já vividos”, afirmou o prefeito de Piumhi, Adeberto José de Melo.

História

A história de Piumhi se iniciou em 1731, com a descoberta e exploração da região pelo sertanista Batista Maciel, proveniente de São Paulo, que, com a sua bandeira, vasculhou a área à procura de ouro.

Em 1736, a Picada de Goiás cortou a região e foram distribuídas as primeiras sesmarias. Posteriormente, negros aquilombados invadiram a região. Em 1743, os negros foram atacados e a colonização e a mineração foram reiniciadas.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: