Na noite desta terça-feira (16), foi realizada na rua Lassance Cunha, no bairro Jardim Alvorada, a primeira reunião para o lançamento oficial do programa Rede de Vizinhos Protegidos, que abrangerá as ruas Professor Franz, Nicodemos Bueno dos Santos, Furnas, Pará de Minas, Lassance Cunha e Itutinga, todas pertencentes ao bairro Jardim Alvorada.
Nem mesmo o mau tempo afastou os moradores que se preocuparam em primeiro lugar com o bem-estar e a segurança de seus lares e estiveram presentes aproximadamente 30 moradores das referidas ruas e adjacências. Durante a reunião, foram tratados de assuntos alusivos à implantação do programa da Polícia Militar de combate à criminalidade. O segundo tenente Lúcio Marcos da Silva, que presidiu o evento, acompanhado de outros militares, explicou sobre o funcionamento da Rede de Vizinhos Protegidos.
Os moradores puderam tomar mais conhecimento do que é e como funciona o programa da Polícia Militar, tiraram dúvidas, além de firmarem a intenção de terem o programa ativo em suas residências. Ao final, moradores do bairro Jardim Alvorada e Polícia Militar puderam avaliar a real necessidade e eficácia que o programa poderá trazer para o local, onde se firmou então uma parceria de ajuda mútua pela segurança pública no bairro.
O programa Rede de Vizinhos Protegidos foi lançado em Formiga inicialmente em ruas dos bairros Bela Vista, Santo Antônio e Areias Brancas, em abril deste ano. Na ocasião, foi informado que a proposta do comando da Polícia Militar é de implantar o projeto em todos os bairros e ruas da cidade e também nos municípios que integram a área de atuação da unidade.

O projeto Rede de Vizinhos Protegidos
Implantado em 2005, o programa leva segurança aos moradores, por intermédio de uma rede de solidariedade. O objetivo do projeto é formar uma rede de vizinhos, que se ajudem mutuamente. Segundo informações da PM, os próprios moradores são uma espécie de câmeras vivas, ou seja, orientados pela Polícia Militar, adotam estratégias para se protegerem.
A proposta da PM é fazer com que a população utilize táticas pró-ativas para dificultar as ações dos criminosos, reduzindo o índice de criminalidade, seja contra a pessoa ou contra o patrimônio.
A Rede de Vizinhos Protegidos é o conjunto de moradores do bairro, agrupados em laços de até cinco residências circunvizinhas. Como a rede é entrelaçada, uma residência poderá pertencer a dois grupos. O principal objetivo de cada laço é a integração de todos os componentes para a atuação de forma mútua e comprometida.
Qualquer comunidade, bairro ou rua pode ter uma rede de vizinhos em sua região. Primeiro é preciso sensibilizar as pessoas, é necessário também organização, interesse, engajamento e comprometimento da população. É fundamental a participação da comunidade nas ações que visam a sua segurança.
O programa é bem eficiente para prevenir crimes de menor potencial ofensivo, como os furtos, mas que incomodam muito a população. Assim, a Polícia Militar espera contar com um saldo positivo na redução do cometimento de delitos nas aéreas onde estiver sendo implantada a Rede de Vizinhos Protegidos e também nas imediações.

Comentários