Oito pessoas foram presas nesta terça-feira (18) em uma operação contra um esquema de facilitação na obtenção da Carteira Nacional de Habilitação em Três Corações.

Ao todo foram cumpridos 15 mandados, sendo oito de prisão e sete de busca e apreensão em autoescolas e residências.

Segundo a Polícia Civil, os mandados de prisão foram decretados porque proprietários e servidores de autoescola estariam envolvidos com a facilitação na obtenção de CNH’s. Por isso, moradores de cidades vizinhas estariam utilizando endereços falsos e transferindo os dados para Três Corações para obter a Carteira de Habilitação. Na maioria dos casos, as mudanças eram feitas após reprovações em outros municípios.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, esta primeira etapa da investigação durou um ano e meio. Foi constatado que alguns alunos foram liberados das aulas presenciais, sem a utilização da biometria, além de pagamento de valores a terceiros com a promessa de facilitação na obtenção da CNH.

“Esta facilitação funcionava a partir de candidatos previamente reprovados em cidades da região e que transferiam seus prontuários para Três Corações com endereços falsos. Durante as investigações, a gente percebeu que as provas teóricas e práticas não eram realizadas. Isto foi descoberto porque foram lançadas aulas em determinados dias e horários e depois foi comprovado que neste mesmos dias e horários as pessoas estariam em outro município e em horário de trabalho, explicou o delegado Alisson Felipe Procópio Sentevilles.

O chefe de departamento da Polícia Civil informou que irá investigar se a facilitação para a obtenção da CNH também ocorreu dentro da Polícia Civil.

“O que a gente pode dizer é que existia uma facilitação. As autoescolas disseram que tinham meios de facilitação para obtenção irregular e fraudulenta destas carteiras”, afirmou Pedro Paulo.

A operação foi nomeada de ‘Dólos’. Ao todo, 42 policiais civis participaram da ação.

Fonte: G1

Comentários