(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil cumpriu na tarde desta terça-feira (8), em Pimenta, mandado de prisão temporária em desfavor de um homem de 25 anos. Ele é suspeito de estuprar  uma garota de 10 anos.

A criança relatou que no domingo (6) estava na casa do suspeito, que é marido da tia dela, momento em que ele mostrou-lhe o pênis, retirou as roupas da criança, aplicou-lhe uma cera depiladora na região pubiana e passou a língua por duas vezes no local. De acordo com a vítima, o homem já havia praticado abusos contra ela há alguns meses, mas não teve coragem de contar a ninguém.

A criança foi conduzida ao Pronto Socorro e em seguida à 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil para fazer  exame de corpo de delito. Como não havia mais situação de flagrante, a Polícia representou a prisão temporária do suspeito, que foi decretada pela Justiça nesta terça-feira (8). O homem foi interrogado e conduzido para a Penitenciária Regional de Formiga, onde ficará à disposição do Judiciário.

O delegado Danilo César Basílio disse que o indivíduo responderá pela sua conduta  de acordo com o artigo 217 A do Código Penal (Estupro de vulnerável) . Se condenado, poderá pegar de 8 a 15 anos de prisão. O inquérito será concluído em 10 dias.

O delegado regional, Irineu Coelho explicou que a apuração de condutas desse tipo será rápida, com a prioridade conferida pela Lei. Ele destacou ainda a importância de se buscar ajuda dos órgãos competentes em casos dessa natureza. “É preciso que as pessoas não se intimidem e busquem o apoio da Delegacia. Parentes e amigos devem relatar os fatos. Esses delitos hediondos vem ocorrendo na maioria das vezes dentro da família e para a aplicação da Lei com punição dos responsáveis é imprescindível a quebra de silêncio”, disse.

Os relatos podem ser anônimos por meio do Disque Denúncia Unificado (DDU) 181.

 

Fonte: Polícia Civil||

Comentários