A Polícia Civil de Manga, no Norte de Minas Gerais, descobriu o estupro de uma adolescente pelo próprio pai, após prender o homem por porte ilegal de arma de fogo. 

Segundo a assessoria de imprensa, durante a confecção do boletim de ocorrência sobre o porte de arma, a delegada Thais Santos Duarte, percebeu que a adolescente estava amedrontada e apreensiva em relação ao pai dela de 56 anos que tinha sido preso por porte ilegal de arma de fogo. 

“Determinei então que a equipe policial iniciasse as investigações para averiguar o possível crime de estupro cometido pelo pai em face da vítima”, diz a delegada.  A polícia descobriu que a menina tinha sido mesmo estuprada pelo pai e que o primeiro abuso ocorreu em outubro de 2020. Depois disso, o homem tentou estuprar a filha novamente, mas a adolescente conseguiu se esquivar. 

Preso logo após ser solto

Enquanto as investigações sobre o crime de estupro seguiam o suspeito ficou preso por uma semana. Na sexta-feira (12) ele saiu da prisão pela manhã após pagar fiança, mas no mesmo dia ele foi preso novamente, já que saiu o mandado de prisão contra ele por causa do crime de estupro.  O homem foi encaminhado novamente ao sistema prisional.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: